terça-feira, 16 de abril de 2013

OS POETAS ESTÃO EMUDECENDO? (Kelson Oliveira)


Shells sand - Jon Sullivan



Foi numa boemia que Véi Gadamer
decidiu se abrir para dizer que a “questão
não é a constatação
de que os poetas estejam emudecendo,
mas antes saber se os nossos ouvidos ainda são sutis
o suficiente
para ouvir”.
Pensei: era isso.
Ninguém me ouvia.
Era tanto que fiquei cansado de falar sozinho
e decidi, como Santo Antônio,
falar aos peixes.
Aí uma sereia apaixonou-se por minha voz.
Agora, poeta, estou que só escrevo na maresia
ou, no máximo, com os dedos na areia.



* Leia também PRETEXTO
_______________
Kelson Oliveira [editor de Kaya] é poeta. Nascido e crescido entre caramujos, brisas, areais e outras sutis vidas do rio Jaguaribe, traz em sua escrita o voo das borboletas e o dourado do sol das tardes quentes de sua terra. É autor de Quando as Letras Têm a Cor do Sonho [2006],Para comover borboletas [7 Letras, 2010], dentre outros. Atualmente, faz doutorado em Ciências Sociais na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com sentimento sincero e responsabilidade, fique à vontade para comentar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...